A satisfação dos colaboradores deve sempre ser preocupação principal na gestão de uma empresa: funcionários satisfeitos produzem mais e adoecem menos. Parte desse bem-estar tem a ver com sua alimentação e manutenção de hábitos saudáveis.

O PAT é uma das melhores ferramentas para incentivar a melhoria das condições nutricionais dos empregados. Quer saber como fazer parte dele? Acompanhe o post e tire todas as suas dúvidas!

O que é o PAT

O Programa de Alimentação do Trabalhador foi instituído pela lei nº 6.321/1976 e regulado pelo Decreto nº 05/1991. Ele tem o objetivo de regulamentar e favorecer as condições nutricionais dos trabalhadores e suas capacidades físicas. Assim, pretende motivá-lo e evitar o número de ocorrência de doenças e afastamentos do trabalho.

Logo, o PAT pretende criar condições para que o funcionário possa desempenhar suas tarefas adequadamente, fortalecendo negócios de todo o país. Ele está presente em diversos municípios e destina-se a empresas de todos os tipos.

Como fazer parte do PAT

Qualquer negócio pode optar por fazer parte do PAT, que não exige número mínimo de funcionários ou tipo de regime tributário. O registro é simples e feito online. Exige-se apenas que os trabalhadores de menor renda sejam privilegiados em sua aplicação.

O PAT possui três formas de instituição, as quais podem ser:

  • Serviço Próprio: quando o próprio empresário escolhe os alimentos, que devem possuir alta carga nutricional, e fornece-os aos empregados na própria sede ou por meio de cestas;
  • Fornecimento de Alimentação Coletiva: quando o empresário terceiriza apenas o setor responsável pela alimentação, que é produzida na própria empresa em restaurante com autogestão, e pode ser consumida na empresa ou para viagem;
  • Prestação de Serviço de Alimentação Coletiva: quando o fornecimento de alimentação pode ser realizado pelo próprio funcionário, que recebe tickets, cartões ou cupons para desfrutar da maneira que desejar.

Escolha a forma do PAT mais adequada para o seu negócio

Dentre todas as opções do programa, a mais benéfica para o empresário é a prestação de serviço de alimentação coletiva. Com ela, o chefe se exime da responsabilidade de escolher alimentos, fornecer cestas, administrar cozinha própria ou ter gastos desnecessários com manutenção de funcionários especializados no setor alimentício.

Contratando uma empresa terceirizada de qualidade cadastrada no PAT como a EXAL, assim, o empreendedor poderá voltar sua atenção total ao desempenho de suas tarefas.

Aderir ao PAT como fonte de benefícios para as empresas

O principal benefício do PAT é permitir a dedução de valores cobrados no Imposto de Renda do negócio e isenções de certos encargos sociais, relativos ao INSS e FGTS. Mostra-se, assim, excelente opção para os empresários.

Além disso, ele motiva a equipe de trabalhadores, a melhoria de suas condições nutricionais, bem como de sua capacidade física e resistência à fadiga e doenças. O empregador, por sua vez, se beneficia com o aumento da produtividade, redução do absenteísmo e da rotatividade no negócio.

E então, aprendeu como funciona o PAT e como aplicá-lo no seu negócio? Não perca mais nenhuma dica sobre o assunto, assine a nossa newsletter!

Deixe uma resposta

Fechar Menu