Você já sabe da importância do cuidado com a saúde mental dos colaboradores, mas já pensou em como a alimentação pode estar intimamente relacionada com isso?

Uma boa alimentação — saudável, equilibrada e saborosa — tem impacto em diversos aspectos da vida dos colaboradores. Quando eles se alimentam bem no trabalho, ficam mais dispostos para a realização das atividades, satisfeitos com a empresa e ganham em bem-estar. Isso pode servir para proteger a saúde física e mental do time, melhorando, inclusive, a qualidade de vida dos colaboradores.

Quer saber qual é a relação entre alimentação e saúde mental, e como melhorar isso na sua empresa? Continue a leitura do artigo!

A relação entre alimentação e saúde mental

A alimentação saudável é importante para o bom funcionamento do organismo, afinal, quando você se alimenta corretamente, ingerindo todos os grupos de nutrientes em proporções adequadas, tem mais energia para realizar as suas atividades, aumenta a imunidade e protege o corpo de maneira geral.

A alimentação também tem impacto na saúde mental, pois ela afeta o sistema nervoso central. Segundo estudos, uma alimentação saudável pode proteger o cérebro contra possíveis adoecimentos psicológicos.

Por outro lado, uma alimentação com excesso de gorduras, açúcares e carboidratos pode causar desequilíbrios no sistema nervoso, prejudicando seu funcionamento e aumentando as chances do desenvolvimento de distúrbios.

A alimentação saudável também tem efeitos subjetivos na saúde dos colaboradores, afinal, quando uma pessoa se alimenta bem, ela se sente melhor. Uma dieta balanceada gera mais disposição para realizar atividades físicas e profissionais, o que aumenta a produtividade, gera menos estresse e mais satisfação com o ambiente de trabalho. Todos esses elementos também podem funcionar como protetores da saúde mental do time.

Como um restaurante interno pode ajudar

Diante da importância de cuidar da alimentação dos colaboradores como uma forma de proteger a saúde mental da equipe, um restaurante interno pode ajudar muito. Quando uma empresa conta com um restaurante próprio, oferecendo alimentos saudáveis e de boa qualidade aos colaboradores, ela consegue garantir que eles terão acesso a refeições equilibradas todos os dias.

Sem o restaurante corporativo, os colaboradores podem usar o horário de almoço para consumir fast food ou outros tipos de alimentos que prejudicam não apenas a sua saúde, mas a produtividade e a disposição.

Com o restaurante e acompanhamento nutricional, é mais provável que os funcionários da empresa optem pela alimentação indoor, com acesso a todos os nutrientes de que precisam para se manterem saudáveis (física e mentalmente).

Como você percebeu, há uma relação importante entre alimentação e saúde mental. Quando você investe em práticas para garantir o bem-estar e a satisfação do seu time de colaboradores, a alimentação oferecida pela empresa precisa entrar entre os pontos de atenção.

O restaurante corporativo pode ser uma ótima forma de garantir esse elemento para a equipe, afinal, quando você oferece alimentação equilibrada e de boa qualidade dentro da empresa, aumenta as chances dos colaboradores se alimentarem melhor.

Gostou do artigo? Então, aproveite para compartilhá-los nas redes sociais e fazer com que mais pessoas conheçam a relação entre alimentação e saúde mental!

Deixe um comentário