A tecnologia está cada vez mais presente no nosso dia a dia e, por isso, muitas transformações aconteceram em nossas vidas. Entre todas essas mudanças, aquela que mais impactou a área da saúde foi o surgimento do m-health.

Esse termo ainda é muito recente no Brasil, e poucas pessoas sabem o que ele significa. Algumas, inclusive, fazem uso do m-health sem saber do que se trata.

Você também não sabe o que é m-health? Não se preocupe! Neste texto, nós explicaremos tudo sobre este termo e também mostraremos como ele pode transformar a vida dos colaboradores dentro de um ambiente corporativo. Confira!

O que é m-health?

Também conhecido como mobile health (ou saúde móvel em português), o m-health é a oferta de serviços médicos ou de saúde pública por meio de dispositivos móveis, como tablets e smartphones.

Com o m-health, as pessoas podem ter acesso a informações para prevenção, controle, tratamento e monitoramento de doenças crônicas. No Brasil, a consulta remota via aparelhos eletrônicos ainda não é permitida, mas tudo indica que isso pode mudar muito em breve.

Vale ressaltar que o m-health é um braço da grande área conhecida como saúde digital — ou e-health —, que utiliza as tecnologias de comunicação para melhorar os serviços de saúde e ampliar a sua atuação.

Quais os benefícios do m-health?

Ao contrário do que muitos acreditam, o m-health não é uma ferramenta que serve apenas para cuidar da saúde das pessoas, ele tem outras funções, como reunir grandes quantidades de dados sobre a saúde geral da população, rastrear tendências (sejam elas ruins ou boas) e estabelecer contato para troca de informações sobre saúde.

O m-health é uma ferramenta muito importante para os profissionais da saúde, pois eles podem detectar por meio das informações dadas pelos pacientes se alguma doença contagiosa está se espalhando, por exemplo. Resumidamente, por meio do m-health, os médicos podem comparar as informações e fazer um panorama geral da saúde de uma determinada região.

Além disso, quando o paciente começa a monitorar os aspectos da sua saúde e a registar os seus sintomas diariamente, ele ajuda o médico a fazer o diagnóstico correto, ou seja, o paciente passa a ser o protagonista nos cuidados com a sua própria saúde e o médico é apenas o coadjuvante.

Como o m-health pode revolucionar o ambiente corporativo?

Muitos colaboradores adoecem porque eles não têm tempo para visitar um médico regularmente, devido a rotina puxada de trabalho. A saúde dos colaboradores é um assunto muito importante para todas as empresas, pois a produtividade é afetada quando a taxa de absenteísmo e afastamento aumenta.

Com o m-health, os colaboradores poderão ter acesso a informações valiosíssimas sobre saúde e bem-estar com apenas um clique. Cuidar da saúde ficou muito mais fácil e rápido. Embora os brasileiros ainda não possam se consultar por aplicativos, as informações sobre tratamento e prevenção já são suficientes para melhorar consideravelmente a qualidade de vida das pessoas.

Como já foi dito, o m-health ainda é um termo novo e que tende a se expandir. Assim como muitas mudanças sociais, o crescimento do m-health promete impactar positivamente o ambiente corporativo. Não se espante se daqui alguns anos o número de adoecimentos na sua empresa tiver uma queda brusca.

Gostou do texto? Quer saber mais sobre as mudanças no mundo corporativo? Então assine a nossa newsletter e receba em primeira mão os textos mais relevantes do nosso blog!

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu