Uma remuneração estratégica não é único fator que ajuda a atrair e reter talentos na organização, pois há diversos outros fatores que contribuem para o engajamento das pessoas. Alguns deles são: oportunidades de desenvolvimento, plano de carreira, programas de incentivos, qualidade de vida e os benefícios. 

As melhores práticas de Gestão dos Benefícios podem alavancar os resultados, uma vez que a empresa contará com pessoas mais motivadas. Contudo, não ter certos cuidados ao gerir pode prejudicar muito a organização. Afinal, os custos com benefícios são os segundo maiores com pessoas, perdendo apenas para a Folha de Pagamento.

Neste artigo, vamos abordar algumas das melhores práticas de gestão de benefícios. Confira:

Planejamento eficiente

É pouco provável que qualquer programa tenha sucesso se não for bem planejado. Entender a realidade da organização e as necessidades do público-alvo é fundamental para uma estruturação adequada do pacote de Benefícios.

Muitas vezes, as empresas buscam oferecer algo diferenciado com a intenção de agradar, mas um restaurante gourmet que serve pratos predefinidos, por exemplo, dificilmente vai agradar certos colaboradores, que podem preferir o sistema de buffet, com mais opções.

Políticas transparentes e ao alcance de todos

Para a definição do pacote que vai fazer você ter as melhores práticas de Gestão de Benefícios, é preciso conhecer a legislação trabalhista, previdenciária e o acordo coletivo vigente. Após se certificar de que a organização está atendendo o mínimo estabelecido, será mais fácil desenhar a política interna.

Fica a critério da empresa definir se é melhor uma seguradora, uma medicina de grupo ou um plano de autogestão. Sabemos que oferecer alimentação é uma prática com ótimo retorno para as empresas, mas cabe a cada organização oferecer o modelo que melhor a atende.

Depois de desenhadas as políticas de cada Benefício, é essencial que estas sejam divulgadas e que estejam disponíveis para consulta dos funcionários sempre que necessário. Afinal, eles precisam entender quais são seus direitos e deveres.

Gestão da saúde

A saúde — ou sua falta — é um fator cada vez mais presente em nossas vidas. Afinal, a correria do dia a dia, o stress e a falta de prevenção acaba trazendo diversos males para o corpo e para a mente. Quando temos pessoas doentes na equipe, perdemos muito em vários aspectos, tais como absenteísmo, custos elevados, falta de produtividade, etc.

Há dois Benefícios especialmente importantes quando se diz respeito ao gerenciamento de saúde e vamos falar um pouco mais de ambos nos próximos tópicos.

1. Plano de Saúde

Conhecido com o vilão dos custos dentro da organização, o plano de saúde é um Benefício cada vez mais caro devido, na maioria das vezes, ao excesso de utilização. A empresa precisa adotar a melhor estratégia, levando em consideração todos os possíveis passivos que pode sofrer no futuro se adotar, por exemplo, um plano contributário, no qual, após o desligamento, o funcionário tenha direito à manutenção.

A principal estratégia é a conscientização sobre a sinistralidade, custos elevados e uso consciente. As pessoas precisam entender o funcionamento do plano e uma boa Gestão de Saúde, com parceria de profissionais da área, pode ajudar muito a evitar custos desnecessários.

2. Restaurante 

O restaurante interno acaba trazendo um pouco mais de mão de obra, pois exige conhecimento de uma área que não é o core da organização. Este também é um Benefício que deve andar de mãos dadas a Gestão de Saúde.

A maioria das empresas opta por contratar fornecedores especializados em alimentação. Estes montam uma estrutura interna e conseguem atuar de forma mais especializada, com apoio de nutricionistas, que focam no balanceamento e na qualidade das refeições. Além da parceria do fornecedor, o RH da empresa deve estar empenhado em promover ações voltadas para uma alimentação saudável, por exemplo.

O leque de benefícios só aumenta neste mercado, e às vezes é difícil tomar a decisão de qual o melhor modelo que vai atender sua organização. Mas com muita pesquisa e planejamento, é possível montar um ótimo pacote que vai ajudar a motivar toda a equipe!

Gostou do conteúdo de hoje? Já aplica na sua empresa algumas das melhores práticas de gestão de benefícios? Assine nossas newsletter e acompanhe nossos artigos!

Deixe uma resposta

Fechar Menu