O termo em inglês employer branding pode ser traduzido para o nosso idioma por algo como “marca empregadora”. Trata-se de uma atividade que está relacionada ao mesmo tempo com os processos de gestão de talentos e de marketing das organizações.

Esse conceito é relativamente novo e, por esse motivo, muitos gestores de RH ou empresários, de modo geral, têm dúvidas sobre ele. Por isso, desenvolvemos este post para trazer mais informações valiosas sobre o assunto. Veja, a seguir!

O que é employer branding?

De maneira geral, podemos dizer que o employer branding tem como base o desenvolvimento de estratégias para que uma empresa seja vista como uma boa empregadora na comunidade em que atua.

Desse modo, são desenvolvidas ações de comunicação interna e endomarketing que, embora pensadas para o público interno, também gerem visualizações para o público externo. Isso tem o objetivo de fazer com que os funcionários do setor de atuação da organização sintam o desejo de trabalhar nela e participem de seus processos seletivos.

Por que o employer branding está transformando o mercado profissional?

Apesar de vivermos em plena era tecnológica, o diferencial nas organizações está justamente nos recursos humanos, pois é preciso que haja uma demanda qualificada de pessoal para ocupar os cargos, sobretudo de gestão.

Por isso, a sua empresa precisa ser vista como um local que valoriza os seus funcionários, que oferece planos de carreira, políticas de salários, crescimento profissional etc. Assim, você atrairá os melhores profissionais do mercado para trabalhar com você.

Que estratégias podem ser adotadas para melhorar o employer branding nas empresas?

Existem uma série de estratégias que podem ser planejadas e colocadas em ação para melhorar o employer branding das empresas. Mostraremos, na sequência, alguns exemplos que podem ser desenvolvidos.

Utilize o marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo pode ser utilizado como uma estratégia de employer branding, sobretudo por meio do engajamento de propagação. Isso quer dizer que pode ser estimulado que os funcionários compartilhem em suas redes sociais os conteúdos produzidos para o blog da empresa.

Além disso, podem ser premiados os colaboradores que produzirem materiais contando sobre suas experiências, em plataformas como o LinkedIn ou o Medium.

Esteja presente nas redes sociais

Estar presente nas redes sociais não serve apenas para mostrar os seus produtos ou serviços e gerar vendas, mas também para se posicionar como uma boa empregadora.

Para isso, podem ser mostrados os eventos corporativos realizados com os funcionários, parabenizá-los em datas especiais de forma pública, demonstrar como eles crescem dentro da organização etc.

Direcione a sua comunicação para pessoas com seu fit cultural

Quando qualquer tipo de comunicado é produzida, seja por meio de redes sociais, anúncios de rádio e TV, em murais da empresa ou qualquer outro veículo, você define um público-alvo, não é mesmo?

Por isso, convém direcionar essas mensagens e desenvolvê-las de acordo com os preceitos da cultura organizacional da empresa. Sendo assim, você terá como público-alvo as pessoas que tem um fit cultural correspondente ao da sua organização.

Conseguimos explicar o que é employer branding e como você pode utilizá-lo para destacar a sua empresa? Então, coloque em prática tudo o que aprendeu, o quanto antes.

E se ainda ficou com alguma dúvida ou quiser saber mais sobre o assunto, entre em contato conosco. Teremos prazer em ajudar você!

Fechar Menu