Hoje em dia, a maioria das empresas já consegue entender que a valorização das pessoas é a chave para o sucesso, afinal, os colaboradores sãos os grandes responsáveis pela produção. Isso significa que uma empresa que conta com uma equipe saudável, tanto fisicamente quanto mentalmente, terá resultados mais promissores — e o contrário também é válido.

Segundo a OMS, o Brasil é o país mais ansioso do mundo e o mais depressivo da América Latina. Como se esses dados já não fossem alarmantes o suficiente, a tendência é que esses números aumentem com a chegada da pandemia causada pelo Covid-19. Além do medo causado pela doença, os colaboradores também temem pela saúde financeira das empresas devido à crise econômica que está se iniciando.

Em um momento tão crítico e cheio de incertezas como este, é de extrema importância que as organizações tomem atitudes que preservem a saúde mental de seus colaboradores para que a produção não seja afetada.

Quer saber como você pode ajudar os seus colaboradores a se manterem saudáveis mentalmente? Então continue com a leitura e confira as nossas dicas!

Seja flexível e proporcione um ambiente agradável

Antigamente, muitas empresas achavam inadmissível um colaborador pedir afastamento médico por depressão e, por isso, os colaboradores eram obrigados a fingir que estavam bem para não perderem os seus empregos. As empresas que querem continuar prosperando, principalmente durante a pandemia, não podem manter essa linha de pensamento.

Por isso, promova um ambiente de trabalho mais confortável, seja de forma presencial ou virtualmente, para que os seus colaboradores se sintam à vontade para demonstrar suas fraquezas e falar sobre seus problemas mentais. A empatia vinda por parte dos gestores é um fator essencial para manter um bom clima organizacional em um momento em que todos estão com os nervos à flor da pele.

Mostre aos seus colaboradores que a empresa está disposta a fazer tudo o que for preciso para que a sua jornada de trabalho não comprometa a sua saúde mental. Dessa forma, a sua equipe se sentirá muito mais valorizada e disposta a trabalhar.

Dê todo o apoio necessário

O primeiro passo é identificar quais são os colaboradores que possivelmente estão tendo a sua vida profissional afetada por problemas psicológicos. Em seguida, o que você deve fazer é oferecer amparo para essas pessoas.

Oriente esses colaboradores, diga como eles podem lidar com esse tipo de problema mesmo durante o isolamento social. Se possível, indique um profissional qualificado — caso a empresa tenha um plano de saúde, você pode indicar os melhores profissionais filiados ao plano.

É claro que a maioria das pessoas sabe qual é o tratamento para depressão, síndrome do pânico, transtorno de ansiedade e similares. No entanto, o que a maioria das pessoas precisa é de um “empurrãozinho” para começar a cuidar da sua saúde mental.

Crie programas de bem-estar e lazer

Esses programas já existiam em algumas organizações antes da quarentena, no entanto, eles podem continuar existindo mesmo durante o isolamento social. Aulas de meditação, yoga e ginástica laboral podem acontecer mesmo à distância.

A verdade é que poucas pessoas estão fazendo exercícios físicos em casa, por isso, incentivar esse tipo de programa é algo ainda mais necessário! Tenha certeza que a adesão dos colaboradores vai crescer cada vez mais com o passar do tempo.

Felizmente, os brasileiros estão cada vez mais preocupados com a sua saúde mental, portanto, os colaboradores se sentem muito valorizados quando as empresas se empenham em cuidar do psicológico da sua equipe. Tenha certeza que investir na saúde mental dos seus colaboradores trará muitos resultados durante e até mesmo depois da quarentena.

Gostou das nossas dicas? Você quer continuar investindo na saúde dos seus colaboradores? Então leia este outro artigo em que explicamos o que é m-health e qual é a sua importância.

Deixe uma resposta