Saber como dar feedback para funcionários é uma importante ferramenta para construir uma equipe bem-sucedida. Com um bom feedback é possível motivar novos comportamentos e direcionar as pessoas, canalizando os esforços para os objetivos desejados.

Infelizmente, grande parte dos gestores não sabe como dar feedback aos seus funcionários ou deixa isso em segundo plano, concentrando-se em atividades bem menos importantes. Erros assim, em geral, podem custar muito caro para a companhia.

Por isso criamos este conteúdo. Hoje vamos tratar da cultura de feedback e dar algumas dicas de como oferecer bons retornos ao seu time. Continue lendo nosso post!

Cultura de feedback

A cultura de uma empresa é composta pelo conjunto de hábitos, crenças e valores que são abraçados internamente pelos funcionários e líderes da companhia. Quando o feedback se torna o centro dessa cultura, significa dizer que a transparência e a comunicação predominam.

Essa é uma característica cada vez mais necessária dentro das empresas: o fato de líderes e liderados terem abertura para falar dos seus pontos positivos e negativos. Isso produz inúmeros benefícios internos, como o aumento da satisfação e produtividade.

Ambiente de trabalho agradável

A cultura do feedback, quando bem implementada, também contribui para tornar o ambiente de trabalho mais agradável. Isso interfere positivamente no bem-estar da equipe e até na forma como os clientes externos se sentem ao entrar na empresa.

Por tudo isso é indispensável saber como construir essa cultura e oferecer feedback aos funcionários. Todos saem ganhando — colaboradores, empresa e clientes.

Forma de oferecer feedback 

Dar feedback não é apenas chamar alguém em sua sala e falar sobre o que precisa ser melhorado — vai muito além disso. Existem algumas dicas que devem ser seguidas para obter o máximo de desempenho dessa ferramenta. Veja as principais:

Agende local e horário adequado

O feedback é um importante momento, especialmente para os funcionários. Então é importante ter espaço e horário específico para isso.

Não é indicado oferecer o feedback em público (a menos que seja para a equipe em geral), caso contrário pode constranger o profissional e prejudicar ainda mais o seu desempenho.

Seja claro e objetivo nas informações

Clareza e objetividade são armas que podem potencializar essa ferramenta.

Primeiro, é importante que você seja claro nas informações. Para isso é necessário ter boa comunicação e evitar palavras técnicas ou rebuscadas demais (o que pode variar de acordo com o receptor da mensagem).

Outra dica indispensável é evitar o excesso de rodeios, que pode atrapalhar a comunicação e deixar o diálogo mais tenso que o necessário. Vá ao ponto, fale o que deve ser dito para o crescimento e amadurecimento do profissional.

Equilibre pontos negativos e positivos

O feedback não é apenas falar sobre o que precisa ser melhorado, mas também reconhecer o que está sendo bem realizado pelo colaborador. Por isso é importante ter equilíbrio, falando sobre os pontos fortes e fracos.

Uma técnica muito usada para isso é o PNP (positivo, negativo, positivo). Ela consiste em começar a comunicação falando sobre um ponto positivo do profissional, depois incluir uma crítica construtiva (algo que deve ser melhorado) e terminar com outro ponto positivo, estimulando a melhoria.

Seja consistente

Por último, é importante estabelecer uma consistência no ato de dar feedbacks. Não é indicado que se faça isso apenas uma vez a cada cinco ou seis meses, porque muita coisa pode mudar nesse meio-tempo. Faça em intervalos mensais ou trimestrais.

Veja como são dicas simples e práticas. Ao implementá-las, certamente transformará a forma como o feedback é observado e praticado dentro da empresa!

Agora que está por dentro do assunto e sabe como dar feedback para funcionários, compartilhe o que aprendeu nas suas redes sociais.

Fechar Menu