Sabemos o quão importante é a limpeza e a higiene de todo ambiente. Afinal, além de contribuírem para padrões estéticos, causam bem-estar e boa impressão. Quando falamos de hospitais, clínicas e consultórios médicos, a limpeza e a higienização devem ser feitas com muito mais rigor, pois é por meio delas que se evitam riscos para a saúde dos pacientes. Além disso, limpar superfícies garante a redução dos micro-organismos presentes no âmbito hospitalar. 

Existem alguns tipos de limpezas na área da saúde, e uma das mais tradicionais é a limpeza técnica terminal. Ela é feita logo após o paciente deixar o leito hospitalar, em caso de alta, transferência ou óbito. Após a saída do paciente, ocorre a higienização e a desinfecção do local, incluindo superfícies verticais e horizontais, leitos, móveis, colchão, troca de lençóis, travesseiros, cobertores, etc.

Essa prática deve estar alinhada ao gerenciamento de vagas de leitos, para que, quando o próximo paciente entrar, tudo esteja devidamente limpo, em um curto espaço de tempo. Neste artigo, você ficará por dentro dos benefícios da limpeza técnica  terminal para o ambiente hospitalar. Confira!

A redução dos riscos de contaminação

No dia a dia de um hospital, a circulação é bastante intensa. Pacientes, visitantes, médicos, enfermeiros, pessoas da administração, recepcionistas e responsáveis pelos serviços terceirizados transitam pelo ambiente, o que acaba ocasionando uma transmissão mútua de germes e bactérias.

Além disso, no ambiente hospitalar, há exposição a todos os tipos de doenças. Assim, um paciente corre o risco de entrar no hospital, ser curado de sua enfermidade e, pouco tempo depois, acabar tendo outro problema, pelo fato de o âmbito hospitalar não estar devidamente higienizado e desinfetado.

Por essa razão, é extramente importante a limpeza e a desinfecção das acomodações e dos leitos hospitalares. Com a devida atenção a essas práticas, o risco de os pacientes se contaminarem por outras infecções enquanto a sua enfermidade está sendo curada é muito menor, para não dizer inexistente. Afinal, haverá a exterminação das bactérias e dos germes que possam ter sido deixados pelo antigo paciente que ocupava aquele leito.

Princípios para uma limpeza técnica terminal eficaz

Para uma limpeza técnica terminal com eficácia, devemos levar em consideração alguns princípios para que o ambiente hospitalar não ofereça riscos de contaminação aos seus pacientes, acompanhantes e visitantes.

Materiais de limpeza adequados

Para a limpeza e a desinfecção adequada das instalações e dos leitos hospitalares, é importante contar com os materiais de limpeza adequados e EPIS que sejam recomendados pela OMS e o Ministério da Saúde.

Período correto de limpeza

Como já vimos, a limpeza técnica terminal se caracteriza por ser executada logo após a saída do paciente de um leito, em ambientes empresariais ou públicos como algumas empresas já estão realizando com a presença do Covid-19.

Sobre a limpeza técnica terminal

A limpeza técnica terminal é uma prática que necessita de profissionais bem treinados para que sua execução saia da melhor forma possível, preservando sempre a saúde e o bem-estar de todos que ali frequentam. 

Para isso, você pode ter a ajuda da Exal Facilities, que conta com uma equipe especializada em higiene e limpeza empresarial com funcionários capacitados e experientes, para atuarem em áreas com maior probabilidade de contágio, como hospitais, sanitários de empresas, restaurantes, vestiários, entre outros. Dessa forma, você se previne e cuida de forma segura da saúde dos seus clientes e colaboradores.

E aí, gostou do nosso conteúdo sobre limpeza técnica terminal e mesmo assim ainda tem dúvidas entre em contato conosco para mais informações. 

Deixe uma resposta