Empresas com boas práticas de RH têm desempenho, em média, 51% superior ao mercado. Todavia, para isso, não basta cumprir as rotinas de departamento pessoal, é preciso ir além e investir na gestão estratégica de pessoas.

Em suma, essa gestão consiste em uma nova forma de olhar para os funcionários. Não como simples recursos, porém, como partes interessadas e cruciais ao êxito da firma. O intuito é atingir os objetivos genéricos por meio de colaboradores motivados e competentes.

Nós próximos tópicos, nos dedicamos a explicar como aplicar a gestão estratégica de pessoas na prática e obter ótimos resultados. Por isso, continue lendo com atenção.

Monitore os atuais indicadores

Há uma enorme quantidade de métricas e indicadores que determinam ou sinalizam o sucesso da gestão de pessoas, como a assiduidade do time e o nível de turnover. Ao conhecê-los, é possível entender os atuais resultados e promover melhorias pontuais.

Por esse motivo, inicie definindo um conjunto de indicadores alinhados aos objetivos genéricos do RH e/ou da empresa. O número de indicadores pode variar bastante, mas é interessante que fique entre 5 e 8. Assim, terá uma visão mais sistêmica e acertada.

Formule equipes de alto desempenho

Um segundo passo para a gestão estratégica é a formulação de verdadeiras equipes. Sem bons times de trabalho, as metas e objetivos desafiadores dificilmente poderão ser conquistados. Infelizmente, a maioria das empresas não tem boas equipes.

Para formular uma equipe de alta performance, busque por talentos com habilidades complementares, estimule todos a perseguir um mesmo objetivo e invista no diálogo no local de trabalho. Além disso, é preciso de uma liderança efetiva e exemplar.

Conte com estratégias de marketing

Para obter grandes resultados por meio da gestão de pessoas, é necessário atrair e reter profissionais de ponta. Mas essa não é uma tarefa fácil. No Brasil, cerca de 61% dos empregadores afirmam ter dificuldades para preencher postos de trabalho.

Há muitas estratégias de marketing que podem ajudar a superar esse desafio, como a criação de uma forte marca empregadora, o uso de campanhas de incentivo e ações de endomarketing. O intuito é tornar os profissionais verdadeiros promotores da marca.

Direcione a cultura organizacional

A cultura organizacional é um dos elementos mais importantes do local de trabalho, pois influencia a forma como as pessoas pensam, agem e reagem dentro da empresa. Entre os setores da empresa, o RH é o principal responsável pelo direcionamento da cultura.

Para tanto, é necessário contratar pessoas alinhadas à cultura, desligar aquelas que não compartilham dos valores da empresa, criar boas campanhas de endomarketing e comunicação interna. Assim, o RH direcionará a cultura que proporcionará o crescimento da empresa.

Enfim, há diferentes maneiras de colocar a gestão estratégica de pessoas em prática. É preciso monitorar os atuais resultados, definir objetivos desafiadores, criar equipes de alto desempenho, formular táticas de marketing interno e comunicação, e estabelecer uma cultura organizacional diferenciada.

Agora que entende do assunto, que tal aprender sobre como estabelecer um código de cultura ideal em sua empresa? Logo, poderá obter grandes resultados. Confira!

Deixe uma resposta

Fechar Menu